Edna Santos, Jornalista
  • Jornalista

Edna Santos

Goiânia (GO)
40seguidores32seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Jornalista Investigativa
Repórter investigativa; ex-assessora de comunicação da presidência da API - Associação Paulista de Imprensa; autora dos livros "A Reportagem Proibida" - a obra está censurada pela Justiça - e "Marias", não publicado ainda. Editora do blog jornalístico https://ednasantossemcensura.com.br/

Comentários

(17)
Edna Santos, Jornalista
Edna Santos
Comentário · há 4 anos
Ninguém está acima da lei, em especial o Judiciário e o MP, pois a existência desses órgãos só se justifica para defender o direto da sociedade, incluindo aí o direito à informação. É um retrocesso na democracia quando membros dessas autarquias se posam de ditadores e tentam ressuscitar a malfadada Lei de Imprensa de 64 para intimidar jornalistas. É em vão; a imprensa é o quarto poder e o jornal deveria processá-los por abuso de autoridade, constrangimento, dano moral etc...
Eu que já respondi a 26 processos - no momento respondo três ações -, publiquei reportagens sobre o envolvimento de alguns juízes de Goiás com o narcotráfico, inclusive com o Cartel de Calli e com a venda de sentenças, me solidarizo com os colegas do Gazeta do Povo.

Perfis que segue

(32)
Carregando

Seguidores

(40)
Carregando

Tópicos de interesse

(6)
Carregando

Livros Publicados

(1)
A Reportagem Proibida
Censurado pela Justiça em 2006 o livro “A Reportagem Proibida”, da jornalista Edna Santos, pode ser conhecido, enfim, no Brasil inteiro. A obra revela os bastidores da trama ardilosa preparada contra a autora pela dupla de cantores Zezé Di Camargo e Luciano para jogá-la numa prisão São Paulo, acusando-a falsamente de extorsão. Ela ficou detida 10 meses num presídio especial, no Portal do Morumbi. O fato ocorreu em 1995, e não por acaso, quatro meses depois que a repórter divulgou com exclusividade a agressão de Luciano contra um adolescente num bairro nobre de Goiânia. A reportagem alcançou grande repercussão nacional e Luciano virou réu em processo movido pelo Ministério Público de Goiás. “A Reportagem Proibida” traz revelações bombásticas – todas documentadas –, a exemplo de Zezé ter contratado um pistoleiro para matar a jornalista. A denúncia foi feita à imprensa pela juíza de Direito Camercy Rosa. O cantor acusou Edna Santos ainda de ter sequestrado o irmão dele, Wellington Camargo. A denúncia falsa, feita ao então ministro da justiça Renan Calheiros, foi publicada com destaque pelo Jornal de Brasília. Edna Santos não foi ouvida pela jornalista que escreveu a matéria mentirosa. A história, que não se trata de uma biografia não autorizada dos cantores; é contada em 209 páginas, divididas em 14 capítulos. É fartamente comprovada por documentos e depoimentos de promotores e procuradores de Justiça, além de advogados e jornalistas. A autora expõe os perigos expostos aos jornalistas não submissos à ditadura econômica e conta por que a prisão, ainda que especial, é o pior deles! O livro foi recolhido das bancas cinco dias depois de colocado à venda, atendendo a uma liminar de busca e apreensão expedida pelo juiz de Direito Vanderlei Caires Pinheiro. Os cantores tentaram até recolher os jornais que escreveram sobre o lançamento e a proibição judicial.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Edna

Carregando

Edna Santos

Entrar em contato